sábado, 24 de setembro de 2011

Cupcake de chocolate

Cupcake de chocolate

Cupcake de chocolate

Tipo de Culinária: Outros
Categoria: Café da manhã/lanches/festas
Subcategorias: Bolos simples (sem glacê)
Rendimento: 30 porções

Ingredientes

Massa

1/2 xícara(s) (chá) de leite
1 unidade(s) de ovo
100 gr de chocolate meio amargo picado(s)
1 xícara(s) (chá) de farinha de trigo
2 colher(es) (chá) de fermento químico em pó
2 colher(es) (sopa) de chocolate em pó
30 gr de uva passa
60 gr de margarina Qualy Sadia

Cobertura

150 gr de chocolate meio amargo
1/2 lata(s) de creme de leite Mococa
quanto baste de cacau em pó para polvilhar.

Fonte : http://cybercook.terra.com.br/receita-de-cupcake-de-chocolate.html?codigo=13247


Fermento natural - como fazer os credito não são meus

Fermento natural - como fazer

O Levain é um fermento natural e consiste basicamente de uma massa obtida pela mistura de farinha e água.

Ao ser exposta, é contaminada por microorganismos dispersos no ambiente que devem encontrar nessa massa um ótimo meio de crescimento. Isso ocasiona uma série de fermentações não controláveis, diferentes de quando utilizamos o fermento biológico industrializado.

Essas fermentações produzem gás carbônico e alguns ácidos, sendo os mais comuns o acético e o lático. Depois do período de “incubação” essa massa tem condições de servir como fermento, ou seja, como agente de crescimento para outras massas.

Chamados também de chef, mãe, sourdogh starter, existem vários métodos de se obter fermento natural e todos têm um uso apropriado. Podem ser feitos a base de frutas em pedaços ou suco, frescas ou secas, mel, garapa, farelo de trigo ou centeio, iogurte, cerveja, etc.

A utilização do fermento natural embora se dê em casos específicos (visto que agrega um sabor ácido) pode ser feita em qualquer tipo de pão.

O Sourdough de São Francisco tem sabor especial devido à bactéria local chamada de Lactobacillus sanfrancisco.

Um dos motivos pelos quais os melhores padeiros do mundo fazem uso do levain é o fato de, os microorganismos usados na fermentação serem originados dentro da própria cozinha.

Um fermento industrializado tem leveduras produzidas artificialmente em sua composição, e desconhecemos a origem das mesmas. Fazendo seu próprio fermento natural, em qualquer parte do mundo em que você esteja, os microorganismos serão sempre os do local. Desta forma você sempre saberá em quais condições foram criados e mantidos.

O levain natural não é muito adequado às condições de trabalho da vida moderna. Além de delicado e sensível, pede um tempo de fermentação maior, o dobro do tempo de quando utilizamos fermento biológico.

Contudo os resultados obtidos em preparações que levan fermento natural em sua preparação são inegavelmente superiores aos pães feitos de fermentos comuns.

Fatos:

Um pão feito com levain (não importa qual tipo) é nutricionalmente mais interessante que um pão feito com fermento biológico comum.

O gosto do pão feito com levain costuma ser bastante peculiar, mais ácido e muito mais aromático.

Se conserva por algumas boas semanas (muito mais que o feito com fermento comum), pois a acidez fornecida pela levedura inibe a retrogradação do amido (fenômeno espontâneo do amido que nessas condições retoma sua estrutura inicial, favorecendo a troca de água entre o pão e o ambiente externo).

Levain

  • 50 gr de farinha de trigo
  • 50 gr de farinha de trigo integral
  • 75 ml de água

01. No primeiro dia, misture tudo em um recipiente vitrificado (vidro, cerâmica etc). A massa não deve ficar nem muito dura nem muito mole, sua consistência deve se aproximar à de purê de batatas.

02. Cubra com um pano de prato limpo ou papel absorvete, prenda com um elástico e deixe repousar em local escuro, ventilado, sem barulho ou trepidações.

03. No segundo dia nada deve ter acontecido.

04. No terceiro dia em diante, dependendo da região (temperatura) a atividade de microorganismos já pode ter iniciado. Essa atividade pode ser notada com o aparecimento crescente de bolhas de ar na superfície da mistura.

05. Quando a formação de bolhas for bastante evidente, indica que a mistura já fermentou e deve ser alimentada.

06. Junte 25 gr de farinha de trigo, 25 gr de farinha integral e cerca de 35 ml de água. Misture tudo, torne a cobrir o pote e deixe mais 12 horas.

07. Após as 12 primeiras horas que seguiram desde a primeira alimentação verifique o fermento. Se estiver novamente com bastante bolhas na superfície é hora de alimentar novamente.

08. Continue alimentando o fermento a cada 12 horas por pelo menos 5 dias.

09. Após 5 dias alimentando o fermento diariamente, este já tem força e estrutura suficiente para ser transferido para um tupperware maior e passar a habitar a geladeira.

10. Alimente o fermento novamente (sempre com a mesma medida indicada de água e farinhas) após o fermento voltar a crescer já pode ser levado a geladeira.

11. De agora em diante alimente seu fermento 2 vezes por semana seguindo as instruções.

12. Quando o volume do fermento estiver muito grande, retire 1/3 da mistura (use, dê pra um amigo, ou simplesmente jogue fora).

13. O ato de retirar uma parte do levain e tornar a alimentá-lo recebe o nome de “refresca”. Sempre que for usar o levain é preciso retira-lo da geladeira, alimentar, e esperar crescer para só então usar.

sábado, 13 de agosto de 2011

BOLO FLOCÃO

BOLO FLOCÃO


Enviado pela ♥☆JEN☆♥

(com fotos)

Esse bolo é super simples e é feito em liquidificador.
Os ingredientes são esses:

2 copos (200 gr) de flocos de milho ( Vitamilho, flocão...etc. Não use fubá)
1 copo de açucar
1 copo de leite
1 côco ralado se preferir ou creme de côco.
1 lata de milho verde sem escorrer
1 colher cheia de fermento em pó.
2 colheres de margarina
3 ovos.

Bata tudo no liquidificador. Unte uma forma retangular e salpique com trigo pra não grudar. Despeje o conteúdo do liquidificador, asse por 45 minutos no forno pré-aquecido em 180 graus.
Sirva com café ou chá. Aprendi na fazenda e nunca deu errado. Boa Sorte!



sábado, 18 de junho de 2011

travessa de frango



1 cebola (pequena) picadinha
1 colher de (sopa) de margarina
½ pimentão verde picadinho
2 xícaras de (chá) de sobras de frango picadinho
250 gramas de macarrão (tipo parafuso) cozido al dente e escorrido
Sal e pimenta-do-reino a gosto
½ xícara de (chá) de maionese
½ xícara de (chá) de leite
1/2 xícara de queijo cheddar ralado
1 tomate picado
1/2 xícara de milho
1/2 xícara de azeitonas pretas sem caroço

Doure a cebola na margarina. Acrescente os outros ingredientes, menos o queijo. Misture bem e coloque numa forma refratária (média) untada. Polvilhe com o queijo. Leve ao forno médio por 20 minutos.

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Brigadeiro light

Brigadeiro light

Aprenda a fazer a versão mais leve desse doce irresistível

brigadeiro light

Ingredientes

• 1 colher de sopa de margarina vegetal light
• 2 colheres de sopa de chocolate em pó
• 6 colheres de sopa cheias de leite em pó desnatado
• 1 1/2 xícara de chá de leite desnatado
• 2 colheres de sopa de granulado diet
• 2 colheres de sopa de adoçante em pó para culinária

Modo de fazer

Derreta a margarina na panela. Dilua o leité em pó no leite desnatado e acrescente aos poucos na panela, mantendo o fogo baixo. Em seguida, adicione o chocolate em pó e o adoçante. Mexa devagar, até a massa engrossar e desgrudar da panela. Desligue o fogo. Depois que a massa esfriar, faça pequenas bolinhas e passe-as no granulado.

Rendimento: 6 porções
Calorias: 113 por porção

Receita criada pela nutricionista Roseli Rossi, da Clínica Equilíbrio Nutricional


sábado, 21 de maio de 2011

torta de liquidificador



Massa
4 ovos
1 xícara (chá) de leite
1 xícara (chá) de óleo
1/2 colher (sopa) de sal
1/2 colher (sopa) de fermento
2 xícaras (chá) de farinha de trigo
Modo de preparo:
Coloque no liquidificador os ovos, o leite, o óleo e o sal
Bata por alguns segundos para que se misturem bem.
Acrescente o fermento e a farinha e bata mais um pouco. Reserve.
Recheio
500g de carne moída refogada
50g de azeitonas sem caroço
1/2 lata de ervilha
1/2 lata de milho
x
Cobertura
1 ovo
1 tomate cortado em fatias
50 de azeitonas sem caroço
Orégano
x
Montagem
Utilize uma forma de 25 cm, forrada com papel manteiga.
Despeje metade da massa na forma, aplique todo o recheio e cubra-o com o restante da massa.
Bata o ovo com um garfo e espalhe sobre a massa.
Decore com o tomate cortado em fatias, as azeitonas e polvilhe com orégano.
Leve ao forno médio, pré-aquecido até dourar.


bolo de abacaxi os creditos não são meus achados na net


Massa
120g de manteiga ou margarina
1 xícara (chá) de açúcar
3 ovos
1/2 xícara (chá) de leite
1 e 1/2 xícaras (chá) de farinha de trigo
1/2 colher (sopa) fermento
Modo de preparo:
Misture a manteiga com o açúcar até formar um creme.
Junte os ovos um a um, mexendo bem a cada adição.
Acrescente o leite e a farinha alternadamente e, por último, o fermento em pó.
Reserve.
x
Calda
1 xícara (chá) de açúcar refinado
50 ml de água
1/2 colher (sopa) de manteiga sem sal
1 lata de abacaxi em calda
Modo de preparo:
Em uma assadeira redonda (25 cm) coloque o açúcar e leve ao fogo baixo até derreter e se transformar em caramelo.
Junte a água e mantenha no fogo até que o caramelo se dissolva e água evapore um pouco.
Retire do fogo e acomode as fatias de abacaxi sobre o caramelo.
Despeje a massa na assadeira e leve ao forno pré-aquecido, em temperatura de 180°C.
Depois de assado, retire o bolo da assadeira ainda morno.
xxx
Dicas
- Caso perceba que o bolo está grudado na forma, coloque o fundo da assadeira sobre a chama do fogão por alguns segundos para que o caramelo amoleça e bolo se solte.
pode subsitituir o abacaxi pela banana

sábado, 14 de maio de 2011

VOU PRESENTA PARA VC QUE NÃO CONHECE O FUTO DO PEQUI.BOM ELE E UM FRUTO TIPICO DO CERRADO E DE UM PALADAR FORTE PARA COMER ELE TEM QUE ROER O CARRO PO QUE SE MORDER FICA COM A LINGUA CHEIA DE ESPINHO.ELE CAI BEM COM ARROZ NO FRANGO COM QUARIROBA OU NO MOLHINHO DE PEQUI PURO MESMO COM UMA CEBOLINHA POR CIMA.
ESSE E OPEQUI NO PE NO CERRADO
ELE JA MADURO FRESQUINHO LINDO NE...
ESSE E O ESPINHO DELE VCS ESTÃO VENDO ESSE BRANQUINHO DELEW E A CASTANH DELE

É uma grande riqueza da região do serrado, o Pequi não se apanha no pé só presta o que esta maduro e se encontra pelo chão. Durante a safra de Novembro a Fevereiro há abundância do fruto em feiras livres como em Montes Claros, Minas Gerais, é a carne do pobre no sertão.

Tem vitaminas A, B e Ferro, em qualquer casa basta observar o fogão e o Pequi esta lá misturado no arroz e no feijão. O sertanejo faz uma porção de coisas com o Pequi, óleo, farinha, sabão, doces, além do tradicional licor.

Veja logo a baixo algumas imagens do Pequi:


Arroz com Pequi

Arroz com Pequi

Ingredientes

- 1/4 xícara de óleo de Canola
- 1/2 litro de pequi in natura lavado ou 1 vidro de polpa em conserva
- 2 dentes de alho espremidos
- 1 cebola grande picada
- 2 xícaras de arroz
- 4 xícaras de água fervendo
- Sal a gosto
- Pimenta do Reino
- Salsinha e cebolinha picada

Preparo

Não utilize panela de ferro, pois o pequi ficará preto.

Coloque o óleo numa panela junto com o pequi, o alho e a cebola e refogue em fogo baixo. Mexa constantemente com uma colher de pau. Respingue água se for necessário.

Quando o pequi estiver macio, acrescente o arroz e deixe fritar um pouco. Junte a água fervendo e o sal. Quando o arroz estiver quase pronto, adicione a pimenta do reino ou outra pimenta que prefira.

Na hora de servir, salpique cebolinha e salsinha picada por cima.
EU COMO UMA BOA GOIANA NÃO POSSO DEIXAR DE COMER UM PEQUI.AMO ESSE PRATO
ZULEIKA
ESSE E O FRUTO DO PEQUI

Receita de Empadão Goiano

Ingredientes

EU COMO UMA BOA GOIANA NÃO POSSO DEIXAR DE PASSAR A RECEITA DO FAMOSO EMPADÃO GOIANO ZULEIKA
  • Massa:
  • • 1½ kg de farinha de trigo
  • • 10 fatias médias de pão francês sem a parte mais dura
  • • 2 ovos
  • • 3 colheres (chá) de sal
  • ½ xícara (chá) de azeite de oliva
  • para Pincelar:
  • • 2 colheres (sopa) de leite
  • • 2 gemas
  • Recheio:
  • • 4 ovos cozidos e picados
  • • 250 g de queijo de minas semicurado em cubos
  • • 500 g de guariroba refogada ou palmito
  • • 2 pimentas-bodes ou cheiro
  • • 2 colheres (chá) de açúcar
  • ½ xícara (chá) de salsinha picada
  • • 1 kg de tomate sem pele e sem semente
  • • 1 colher (sopa) de alho amassado
  • • 2 cebolas grandes
  • • 500 g de lombo de porco em cubos de 2,5 cm
  • • 500 g de lingüiça de porco em rodelas de 2cm
  • • 1 xícara (chá) de cebolinha verde picada
  • • 9 colheres (sopa) de azeite de oliva ou gordura de porco
  • • 1 (2 kg) frango

Preparo da Receita

Massa: peneire a farinha numa tigela, faça uma cavidade no centro e reserve. Leve ao fogo uma panela com azeite, o sal e 1 e ½ xícara (chá) de água até amornar levemente (o suficiente para trabalhar a massa com as mãos). Retire do fogo. Coloque os ovos no centro da farinha e, aos poucos, adicione a mistura do azeite. Transfira a massa para uma gamela, ou uma superfície enfarinhada e sove até ficar bem lisa e elástica. Embrulhe a massa em filme plástico e deixe descansar por 1 hora a 1 hora e meia.

Recheio: limpe o frango, retire a pele e as aparas. Lave-o, seque com toalha de papel, e corte-o pelas juntas. Aqueça em uma panela 3 colheres (sopa) de azeite, junte o frango e frite, mexendo de vez em quando, por 25 minutos, ou até dourar. Junte metade da cebolinha, o sal e cozinhe, mexendo de vez em quando. Junte a água, aos poucos, e cozinhe por 45 minutos, ou até o frango ficar bem macio. A seguir, desosse o frango, deixando pedaços grandes. Ligue o forno à temperatura média. Em outra panela, aqueça 3 colheres (sopa) de azeite, acrescente a lingüiça e frite, mexendo de vez em quando, por 10 minutos, ou até dourar de maneira uniforme. Retire a lingüiça do forno e reserve. Na mesma panela, doure o lombo, tempere com sal e junte o restante da cebolinha. Aos poucos, adicione a água e deixe 45 minutos, ou até a carne ficar macia. Reserve. Leve ao fogo 2 colheres (sopa) de azeite, a cebola e o alho e refogue. Junte ostomates e refogue por mais 5 minutos. Adicione a salsinha, o açúcar, a pimenta-bode, o sal e 1 xícara (chá) de água e cozinhe, mexendo de vez em quando, por 10 minutos, ou até obter um molho encorpado. Retire do fogo e deixe esfriar. Com o azeite restante, unte 18 fôrmas pequenas de barro ou de alumínio, de 10 a 15 cm de diâmetro, próprias para empadões.

Montagem: abra a massa em uma superfície enfarinhada e use ¾ dela para forrar os fundos e laterais das fôrmas, deixando sobrar nas laterais das fôrmas. Forre o fundo das fôrmas com fatias de pão, distribua o frango, a lingüiça, a carne de porco, a guariroba, o queijo, os ovos e regue com o molho de tomate. Com a massa restante, cubra as fôrmas e com as massas laterais, enrole e dê acabamento ao empadão. Pincele a superfície da massa com a mistura de gemas e leite batidos rapidamente e leve ao forno médio, por 45 minutos, ou até dourar e a massa ficar crocante.



quinta-feira, 5 de maio de 2011

Minestrone light

Gloria Pires gosta também do Minestrone light
Foto: Dreamstime

2. Minestrone light

Ingredientes
· 2 1/2 litros de água
· 150 g de feijão branco
· 1 folha de louro
· 1 cenoura pequena descascada, em cubos
· 1 chuchu em cubos
· 1 mandioquinha descascada, em cubos
· 3 dentes de alho picados
· 1 cebola em cubos
· 1 tomate sem pele e sem sementes, em cubos
· 4 col. de cheiro-verde
· 2 col. de óleo de canola
· Sal e pimenta-do-reino a gosto

Como fazer: Em uma panela de pressão, cozinhe o feijão por 45 minutos. Em outra, ferva 1 litro de água e coloque a cenoura, a mandioquinha e o chuchu. Salgue e cozinhe por 15 minutos. Bata a metade dos legumes no liquidificador com a água do cozimento. Em uma panela preaquecida com óleo, refogue o alho e a cebola. Acrescente os legumes. Refogue e coloque o caldo dos legumes batidos, o louro e a pimenta. Cozinhe por 5 minutos. Adicione o tomate e o feijão. Cozinhe por 3 minutos e salpique o cheiro-verde.

MATÉRIAS RELACIONADAS

1. Canja light

A canja light faz parte do cardápio de Gloria Pires
Foto: Liane Neves

1. Canja light

Ingredientes
· 3 col. de óleo vegetal
· 1 cebola picadinha
· 2 dentes de alho picados
· 600 g de peito de frango sem a pele
· 1 1/2 litro de água fervente
· 1 folha de louro
· 150 g de cenoura ralada (em ralo grosso)
· 150 g de chuchu ralado (em ralo grosso)
· 8 folhas de hortelã picadas
· 150 g de flores de couve-flor ralada (em ralo grosso)
· 1 col. (chá) de noz-moscada
· Sal a gosto

Como fazer: Refogue 1/2 cebola, 1 dente de alho e 2 col. de óleo. Acrescente o peito de frango, o sal, o louro e a água fervente. Cozinhe por 20 minutos. Retire os ossos e desfie o frango. Reserve o caldo. Seque a panela, acrescente o restante do óleo vegetal, da cebola e do alho e refogue o frango desfiado. Adicione o caldo reservado e, ao abrir fervura, ponha a noz-moscada, a cenoura e o chuchu. Cozinhe por 15 minutos. No último minuto, acrescente a couve-flor e as folhas de hortelã.



sábado, 30 de abril de 2011

iorgute caseiro

Imagem do iogurte caseiro

ngredientes
· 1 litro de leite desnatado
· ½ copo de iogurte natural desnatado
· 1 caixinha de gelatina diet em pó com o sabor da sua preferência

Modo de fazer
1. Ferva o leite e espere amornar. Coloque em uma vasilha rígida e tampada.

2. Misture o iogurte natural ao leite e mexa até dissolver bem.

3. Tampe a vasilha novamente, embrulhe em um pano de prato e deixe descansar por um dia. Não mexa na vasilha no período de descanso. Leve à geladeira.

4. Prepare a gelatina diet conforme as instruções da embalagem e misture ao iogurte pronto. Conserve na geladeira até a hora de servir.

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Pão trançado

Pão trançado

Foto:

Imprima essa
receita

Envie por e-mail
essa receita
INGREDIENTES
4 ½ xíc (chá) de farinha de trigo
2 ½ xíc (chá) de água
11 gemas
5 col (sopa) de açúcar
6 col (sopa) de manteiga
3 tabletes de fermento biológico
1 col (sopa) de sal
1 gema para pincelar
3 col (sopa) de leite
1 pitada de sal
4 col (sopa) de gergelim ou açúcar cristal

MODO DE FAZER
Dissolver o fermento com uma colher de açúcar e água.
Misturar o restante do açúcar na farinha de trigo.
Juntar o fermento diluído, agregar água e homogenizar.
Colocar as gemas e manteiga.
Juntar a água até chegar no ponto desejado.
Trabalhar a massa rasgando por 5 minutos.
Após este período colocar o sal e continuar rasgando por mais 5 minutos.
Dividir a massa em pedaço de aproximadamente 80g, faça uma bolinha com a massa dividida.
Deixar descansar por 15 minutos, após o descanso formar pequenos cilindros de massa.
Arrumar 7 cilindros de massa juntando todas as pontas, manter 3 pontas para a direita e 4 pontas para a esquerda.
Trançar trazendo para o centro a ponta de fora e repetir o processo até o final, cortar o excesso de massa e deixar descansar novamente até a massa dobrar de volume.
Pincelar gema diluída com leite e uma pitada de sal.
Decorar o pão com gergelim ou açúcar cristal.
Assar por 30 minutos em temperatura de 170ºc.

Pão de mel

Pão de mel



Tenho uma amiga chamada Flávia, que é uma super mãe e uma dona de casa muito dedicada. Ela faz pão de mel sob encomenda e vira e mexe nos presenteia com alguns.
Como eu já estava sem graça de elogiar e não tentar fazer, peguei a receita com ela e testei ontem.
Rendeu muito bem, ocupei as minhas forminhas, usei as formas para muffin e ainda, no desespero de não ter mais onde colocar a massa restante, assei um "mini bolo de mel".
Gostei da experiência, mas acho que só vale a pena usar a receita com as forminhas com fundo destacável e quando eu tiver muito, muito tempo livre, porque dá um trabalhão!
No meio do preparo, a dor que estava sentindo no pescoço evoluiu para uma forte contratura muscular e tive que abandonar o trabalho incompleto! Não consegui trabalhar hoje e passei o dia mais quieta. Ainda estou meio Robocop... Ossos do ofício!


Pão de mel da Flávia


Ingredientes:
- 1 xícara (chá) de mel;
- 1 xícara (chá) de açúcar;
- 1/2 xícara (chá) de açúcar mascavo;
- 3 colheres (sopa) de chocolate em pó;
- 1 colher (chá - rasa) de cravo em pó;
- 1 colher (chá - rasa) de canela em pó;
- 1 xícara de chá forte, feito com a mistura de cravo, canela em pau e erva doce;
- 3 1/2 xícaras (chá) de farinha de trigo;
- 1 xícara (chá) de leite quente;
- 1 colher (sobremesa - rasa) de bicarbonato de sódio;
- um pouco de manteiga para untar as forminhas;
- chocolate fracionado (usei Kerry).

Recheio:
- doce de leite, brigadeiro ou outro sabor de sua preferência.

Modo de preparo:
Peneirar o açúcar mascavo, o açúcar refinado, a farinha, o cravo, a canela e o chocolate, misturando-os em uma travessa grande.
Adicionar o mel e o chá (coado e quente). Misturar bem.
Acrescentar o leite quente e o bicarbonato, até encorpar. Deixar reservado por 15 minutos, enquanto unta as forminhas.
Coloque a mistura nas forminhas untadas, ocupando a metade apenas, pois cresce bem.
Leve ao forno a 180 graus, até que cresça e enfiando o palito ele saia limpo.
Retire das forminhas ainda morno. Espere esfriar.
Corte os bolinhos ao meio (sem ir até o final do corte) e recheie com o brigadeiro.
Una as partes e banhe no chocolate fracionado derretido, posicionando-os sobre uma superfície levemente untada ou forrada com papel alumínio. Espere esfriar (eu ponho na geladeira por alguns minutos).
Depois, é só deixar a dieta de lado e se esbaldar!

Observações:
A consistência é meio esponjosa, achei que estava errado, mas depois que esfriou ficou normal.
Não deixe esfriar na forma, senão resseca as laterais.
** Desculpem a foto! Eram os últimos (dois dias depois) e estavam na geladeira... por pouco não viraram lenda... rsrsrs




Pão de mel


Ingredientes:
- 1 xícara (chá) de mel;
- 1 xícara (chá) de açúcar;
- 1/2 xícara (chá) de açúcar mascavo;
- 3 colheres (sopa) de chocolate em pó;
- 1 colher (chá - rasa) de cravo em pó;
- 1 colher (chá - rasa) de canela em pó;
- 1 xícara de chá forte, feito com a mistura de cravo, canela em pau e erva doce;
- 3 1/2 xícaras (chá) de farinha de trigo;
- 1 xícara (chá) de leite quente;
- 1 colher (sobremesa - rasa) de bicarbonato de sódio;
- um pouco de manteiga para untar as forminhas;
- chocolate fracionado (usei Kerry).

Recheio:
- doce de leite, brigadeiro ou outro sabor de sua preferência.

Modo de preparo:
Peneirar o açúcar mascavo, o açúcar refinado, a farinha, o cravo, a canela e o chocolate, misturando-os em uma travessa grande.
Adicionar o mel e o chá (coado e quente). Misturar bem.
Acrescentar o leite quente e o bicarbonato, até encorpar. Deixar reservado por 15 minutos, enquanto unta as forminhas.
Coloque a mistura nas forminhas untadas, ocupando a metade apenas, pois cresce bem.
Leve ao forno a 180 graus, até que cresça e enfiando o palito ele saia limpo.
Retire das forminhas ainda morno. Espere esfriar.
Corte os bolinhos ao meio (sem ir até o final do corte) e recheie com o brigadeiro.
Una as partes e banhe no chocolate fracionado derretido, posicionando-os sobre uma superfície levemente untada ou forrada com papel alumínio. Espere esfriar (eu ponho na geladeira por alguns minutos).
Depois, é só deixar a dieta de lado e se esbaldar!

Observações:
A consistência é meio esponjosa, achei que estava errado, mas depois que esfriou ficou normal.
Não deixe esfriar na forma, senão resseca as laterais.
** Desculpem a foto! Eram os últimos (dois dias depois) e estavam na geladeira... por pouco não viraram lenda... rsrsrs

Empadão Especial

Receita de Empadão EspecialIngredientes:

1 lata de creme de leite sem soro
200 gramas de margarina
Farinha de trigo ( 500 gramas ou mais)
1 colher (de sobremesa) rasa de sal
1 colher (de sopa) rasa de açúcar
1 colher (de sopa) de fermento em pó
Orégano a gosto

Modo de preparo:

Coloque a farinha de trigo em bancada, abra um buraco no meio e, vá acrescentando o restante dos ingredientes misturando bem sem trabalhar muito a massa.
Abra a massa como rolo. Com metade da massa, forre uma assadeira ou pirex untado, recheie, cubra com mussarela ou presunto e cubra com o restante da massa.

Dicas de Mãe:

Farinha de trigo até a massa desgrudar das mãos.
Recheio de sua preferência.

Veja mais receitas com: , ,



Mais receitas em: http://www.receitasdemae.com.br/receitas/category/tortas-salgadas/page/2/#ixzz1JR3hmLyx